Sobre Mim

carolina

A minha História

Como tudo começou...

 

Tudo começou quando era ainda bem pequenina e me escondia debaixo da cama para fugir do espelho. Não gostava da imagem que ele me devolvia. Era gordinha e baixinha, tinha os dentes grandes e tortos, e vergonha de andar descalça à frente das outras pessoas por odiar os meus pés.

Mas a verdade é que essa rejeição de mim mesma ia muito além do aspecto físico. Simplesmente… Eu não gostava de mim.

 

Durante anos e anos acreditei que não era suficientemente boa, que as pessoas à minha volta eram muito mais bonitas, inteligentes e interessantes do que eu, e que nunca iria ser amada, respeitada e aceite tal como sou.

 

Não me sentia realizada profissionalmente. Não tinha tantos amigos quantos gostaria. As relações eram desgastantes, e ora devido às minhas crises de insegurança, ora pelo facto de não me sentir preenchida por elas, estavam condenadas ao fracasso desde o primeiro instante. Odiava o meu corpo, e sonhava um dia vir a ser como as modelos que via nas revistas e redes sociais.

 

Criava expectativas, tantas vezes irrealistas, e ficava revoltada, triste, amargurada com a vida sempre que não se concretizavam.

 
 

Queria ser perfeita, pensando que só assim viria a ser bem-sucedida profissionalmente, ter relações verdadeiras e gratificantes, e um corpo do qual me orgulhasse. No fundo, acreditava que seria plenamente feliz apenas e só no dia em que me tornasse perfeita. Aos olhos dos outros. E aos meus.

_MG_5367

E assim, durante tempo demais, vivi com um aperto constante no peito. Fui a minha maior crítica, a minha pior inimiga.

 

Não me perdoei pelos erros que cometi, pelas batalhas que perdi. Autossabotei-me vezes e vezes sem conta. Não me permiti arriscar, pelo medo de não ser perfeita e falhar. Afastei-me de colegas, amigos e até da minha própria família, porque por vezes era mais fácil (sobre)viver ficando apenas no meu canto, na minha bolha, na minha redoma de vidro. Coloquei em causa a minha saúde física e psicológica.

 

E fui caindo, caindo, caindo… Até quase me perder definitivamente.

Mas quando o meu Mundo parecia estar virado do avesso, algo mudou…

 

 

_MG_5291

 

 

 

 

 

 

 

 

A dor que sentia era tão grande que se tornou impossível continuar a viver assim. Tinha duas opções: baixar os braços ou ir à luta.

 

Até hoje não sei onde fui buscar forças, mas escolhi arriscar, procurar ajuda e lutar. E quando tomei essa decisão, quando me comprometi a transformar a minha vida e deixar para trás aquela Carolina triste, frustrada e insegura… As coisas boas começaram a acontecer.

 

 

Apareceram pessoas boas na minha vida que percorreram comigo os primeiros passos deste meu novo caminho, que me inspiraram, que me deram força e incentivaram a acreditar mais em mim.

 

Apaixonei-me por aquele que é hoje o meu companheiro de vida e segui-o para Inglaterra, deixando para trás tudo o que conhecia, mas acreditando que quando seguimos o nosso coração o destino se encarrega de nos oferecer tudo o que precisamos.

 

Abandonei a minha carreira de advogada, apesar de todas as críticas e olhares de desilusão, por sentir que aquela profissão não me preenchia.

 

Adoptei um estilo de vida saudável, sem compulsões, compensações e padrões de beleza irrealistas, e compreendi que preciso de cuidar de mim, criticar-me menos e perdoar-me pelas minhas falhas.

 

Criei um blogue e uma conta de Instagram que me permitiram partilhar o meu percurso, chegar a pessoas que sentem os mesmos medos, as mesmas angústias, e ajudá-las a acreditar que não estão sozinhas nesta aventura que é a de nos aceitarmos e respeitarmos tal como somos.

 

Foi assim, através desta partilha e entreajuda diárias, da percepção do impacto que poderia ter na vida das outras pessoas, que descobri aquela que hoje é a minha paixão, a minha missão, a razão pela qual me levanto todos os dias com vontade de ser e fazer mais e melhor:

Ajudar pessoas que se sentem perdidas, sem rumo, sem esperança, a encontrarem dentro delas as respostas que procuram. Ajudá-las a compreender que há aspectos das suas vidas que podem melhorar, mas muitos outros que estão fora do seu controlo, sem que isso signifique que estão a falhar. A acreditarem que mesmo nos dias menos bons é possível respeitarem-se e amarem-se, tal como são. E acima de tudo… Serem felizes! Sem comparações, sem medos, sem inseguranças.

Quando finalmente percebi que era este o meu propósito de vida, abracei este Universo que é o ser humano e as suas emoções, aprofundei os meus conhecimentos nas áreas do coaching e do desenvolvimento pessoal, e hoje, enquanto Coach Transformacional, estou aqui para te ajudar a encontrares as tuas respostas e a seres feliz, como sempre sonhaste.

_MG_5328
Eu estou aqui

 

 

Se o teu sonho é ser verdadeiramente feliz, vem. Eu estou aqui para te receber, para partilhar contigo as minhas experiências, os meus conhecimentos, e guiar-te neste caminho em que vais redescobrir-te, compreender o que te limita, o que te motiva, e mostrar-te que a felicidade por que tanto anseias está mais perto do que julgas.

 

Está nas tuas mãos dar o primeiro passo

Biografia Profissional

O meu percurso...

 

  • Criadora do programa de transformação pessoal “Sê Feliz, à Tua Maneira”
  • Autora do ebook “7 Erros que te impedem de ser feliz”
  • Autora do blogue “Diário de Uma Courgette”
  • Coach Transformacional especialista em Eneagrama, uma ciência milenar que se dedica ao estudo de nove tipos de personalidade, os seus talentos naturais, pontos fracos e estratégias para os minimizar, permitindo ganhar um elevado nível de consciência, concretizar objectivos a curto, médio e longo prazo, e alcançar transformações profundas e sustentadas
  • Certificação em Eneacoaching pelo Instituto de Eneacoaching, com mentoria de Eduardo Torgal

 

Acompanha-me no Instagram

@carolinacostagranja

MENU